quarta-feira, 17 de agosto de 2011

"Chama ele aí!" - Dossiê Gravatas


Na estréia da nossa tag masculina (onde nossas leitoras podem enviar os artigos para os namorados, maridos, pais, filhos, amigos, chefes, colegas, periquitos e papagaios), vamos abordar um assunto que, para muitos homens, é um bicho de sete cabeças: a gravata!

Alguns de vocês, homens, se negam a usar a bendita peça como uma resistência ao status quo masculino e, quando se encontram realmente obrigados a incorporar uma delas ao visual, não têm nem idéia de por onde começar, acertei? Bom, nesse caso, antes de ler o resto do post, é melhor vocês darem uma olhadinha nisso:


A imagem ensina a dar o nó simples de gravata. Isso salva uma vida!
Agora que todos aqui já sabem como dar um nó na gravata, vamos para o passo seguinte.

Mesmo se você for do grupo que, desde cedo, teve que aprender a enrolar uma no pescoço, e tem a maior intimidade com a comprida, aposto como tem uma certa pulga atrás da orelha na hora de variar o repertório. Não se sinta culpado: a maior parte dos homens passa o resto da vida combinando camisas brancas, gravatas batidíssimas (em geral em tons de vinho) e terno preto ou marinho. Tsc, tsc, tsc... nada de errado com o combo óbvio, mas que tal sair um pouco dessa zona de conforto, e dar um upgrade de estilo e criatividade ao seu look?

Para ajudar vocês nessa missão, recrutei, ainda que ele não saiba disso, o mestre na arte da gravata, Chuck Bass - personagem da série Gossip Girl. Algumas das produções feitas por ele vão ilustrar perfeitamente as nossas dicas. Então, preparados? Sigam-me os bons!

1- Camisa branca? A gente dá um jeito nela!


Não é porque a camisa é branca que a produção precisa ser básica demais. A gravata ideal pode fazer da camisa branca uma tela perfeita para sua criatividade! Aposte nas listradas de cores impositivas, e equilibre com calça neutra (casando com as cores da gravata) e sapato mais neutro ainda - Marrom ou caramelo no caso de cores quentes e preto no caso das frias. Um executivo assim passa muito mais credibilidade, concordam? Ainda que seja só um estagiário!

2- Magrelinha


A gravata Skinny (ou slim) é uma excelente opção para que o básico ganhe ares diferentes (feijão com arroz e bife, mas com batata frita!). Algumas dicas a respeito dela: prefira as versões lisas e de cores escuras (especialmente marinho e preto), e use-as com camisas de colarinho mais estreito para que as dimensões fiquem ajustadas. O resultado é moderno e interessante. Prepare-se para os elogios!

3- Padronagens diferentes em tons neutros


Uma das minhas produções preferidas do Chuck, mas, se você for olhar: nada combina com nada (o paletó é xadrez e a camisa de losangos). E, querem saber? Não precisa! Quando você tem uma combinação formada toda por cores neutras e que estejam em sintonia entre si, a padronagem não importa. Guarde essa lição, hein? Por isso, se as cores de base casam e são neutras, listras, quadriculado e xadrez podem conviver muitíssimo bem, sem brigas. E você prova que saca tudo de estilo!


Esse outro look segue o mesmíssimo mandamento: temos o xadrez da camisa com a estampa geométrica da gravata e...tuuuudo certo, porque as cores estão em harmonia. Viu como funciona?

4- Colete à prova de tédio


Quer uma forma automática de fazer seu visual "É..." virar um visual "UAU"?! Use e abuse do colete! A regra aqui é sobriedade na escolha da cor da peça, que precisa casar bem com o calça e a camisa. Se elas estiverem equilibradas, você ganha carta branca pra ousar mais na gravata - ou não! A simples presença do colete já faz toda diferença. E, palavra de mulher, se nós já amamos vocês de terno e gravata, de colete então...ai,ai!

5- Suspensórios


Outra peça que é sinônimo de elegância masculina mas, porque vocês não fazem idéia de como usar, é pouco vista por aí. Aprendam com o Chuck, rapazes: os suspensórios precisam combinar...com eles mesmos! Sim, você entendeu bem, a graça da peça é que eles são livres. Podem combinar com a camisa e gravata, ou contrastar com elas totalmente (e estarão certos das duas maneiras). É mais uma forma de caprichar no visual, e de brincar um pouco com ele ao mesmo tempo.

6- Suéter ou cardigan


Mais uma peça do guarda-roupa masculino que faz o sexo oposto suspirar: a suéter! Nos dias mais frios, ela pode ir por baixo do paletó (por cima da camisa social), ou mesmo substituí-lo. Mas nunca abra mão da gravata, porque o charme todo está aí. O mesmo vale para cardigans.
E, como estamos dispensando o paletó, é sempre permitido brincar um pouco com as cores e padronagens aqui. Se a calça e a camisa forem neutras (lisas), a suéter e a gravata podem ter estampas e cores diferentes, desde que harmônicas ou complementares entre si.

7- Quebrando o gelo


Nos dias mais frios, as roupas ganham mais volume e menos cor. Os tons mais sérios e neutros imperam. Mas, se você quiser dar um toque especial à produção, se destacando entre uma multidão de cinzas e marinhos, use a gravata a seu favor! Sim, a escolha da gravata certa é capaz de aniquilar a monotonia. Prefira os tons intensos e as estampas. Mais algumas opções do Chuck para deixar a idéia bem clara:


8- Oi? Gravata?


Que tipo de nó ou amarração é essa, a gente desconhece, mas, que é gravata é! Não serve como declaração de liberdade a ponto de um sair com a gravata no passador da calça e outra no tornozelo, mas fica o registro, tão exótico quanto charmoso, do nó-Chuck (que só ele entende!).

9- Cravat


Já que estamos falando de garavatas diferentes, aqui vai uma explicação a respeito das Cravats. São as gravatas clássicas dos cavalheiros vitorianos, que ficavam como que um lenço mais farto, por dentro da camisa. De época? Que nada! Moderno e clássico andam de mãos dadas, e nada mais interessante do que surpreender numa ocasião especial ou no dia a dia, com uma cravat no lugar da gravata tradicional!


10- Fundo preto


Não quer estampas nem cores, e quer fugir do branco? Não, você não está sem saída! Vá de preto! Nada mais impactante do que um homem de camisa social preta! A gravata pode tanto acompanhar o preto (sexy!), como contrastar com ele (seja pela estampa ou pela cor, em padronagem lisa). Não tem erro!

11- Monocromático sim, monótono nunca!


Ao contrário do que possa parecer, o look inteiro feito em um só tom não é entediante, se houver sutis degradês, ou se a textura das peças mudar entre si, quando os tons forem exatamente idênticos. Nesse caso, o visual de uma cor só é não só elegante como muito estiloso!


12- Borboleta? Sim!

Um traje black tie exige sim, a clássica gravata borboleta. Mas não é por isso que você precisa ser confundido com o garçom no evento! Uma das opções é investir na combinação preto e branco sim, mas ao contrário. Que tal smoking branco e gravata preta?


Outra opção é o smoking preto, camisa branca e gravata branca! Clássico de Fred Astaire que faz MUITO bonito nas festas mais elegantes.


Ainda existe a possibilidade de repetir a dobradinha anterior, mas usado ainda uma textura diferente na camisa - garantia de exclusividade absoluta, pra quem gosta de looks com mais personalidade.


Outra idéia para não te pedirem um drink é usar cores diferentes no próprio smoking. Sensacional essa produção com smoking azul. Clássico sim, óbvio de jeito nenhum!


Se você, assim como eu, se encantar pela gravata borboleta, tenho uma ótima notícia: ela não precisa esperar um evento black-tie para ir passear no seu pescoço. Qualquer ocasião que peça gravata pode ter o modelo tradicional substituído por ela. É só dar leveza ao look para que ele pareça menos formal. Seja pelas cores...


...ou pelas estampas.


Esperamos que esse dossiê tenha feito da gravata uma amiga íntima para você e que, daqui por diante, você a domine perfeitamente. Além disso, que saiba tirar muito proveito dela. Afinal, é uma ótima aliada para conquistar respeito, elogios e...suspiros!


5 comentários:

  1. Acho que voltarei a usar gravata. kk

    ResponderExcluir
  2. Namorado as vezes usa com colete e outras com suspensórios! =)
    Namorar homem estiloso é tudo de melhor!
    Vou usar o tutorial pra ver se consigo aprender a fazer um nó decente!
    =)
    Bjs flor!

    ResponderExcluir
  3. - Vida, não posso deixar de externar minha satisfação com esta tag! Embora, seja seguidor e fã ardoroso das demais tags e posts, nada como uma tag do sexo oposto, para completar o blog, que já é de uma qualidade única!
    Bom, acerca da post, você enganou-se sobre não querer incorporar a gravata ao meu vestuário, pelo contrário! Mas, admito que meu conhecimento de como fazê-lo é limitado (ou era, antes deste post, rs!). Quanto aos exemplos, quem melhor do que o Chuck Bass para ilustrá-los (rs!)! Então, vejamos:
    1- Camisa branca? A gente dá um jeito nela! : Escapar do óbvio e seguro é difícil, portanto, esta dica é muito útil!
    2- Magrelinha: Gosto deste tipo, e acredito ser um boa forma de aproveitar meu corpo esbelto!
    3- Padronagens diferentes em tons neutros: Dica muito útil, já que imaginaria se tratar de um erro! Destaque para a 1º e 3º foto!
    4- Colete à prova de tédio: Adoraria adotar este visual em algumas ocasiões! Equilíbrio correto entre o chique e o casual!
    5- Suspensórios: acho elegante, embora, gostaria de colocá-lo em prática para acostumar-me com a ideia!
    6- Suéter ou cardigã: Acerca de um estilo mais casual, este é o meu favorito! Charmosíssimo!
    7- Quebrando o gelo: Mais uma dica excelente, já que, também seguiria a tendência de usar apenas cores mais escuras e frias! Os tons mais quentes nas gravatas são providenciais! Adorei todos os exemplos!
    8- Oi? Gravata?: Pois é, embora, pouco usual, achei-a muito estilosa!
    9- Cravat : Lembra-me um estilo bem ao sul da Europa! Outra gravata, que embora ache bem estilosa, teria que colocá-la em prática para acostumar-me!
    10- Fundo preto: Como errar! Adoro preto!
    11- Monocromático sim, monótono nunca! Admito ser fã do monocromático, e me encantei com a segunda foto!
    12- Borboleta? Sim!: Embora nunca tenha usado, adoraria fazê-lo! Destaque para os exemplos branco / preto, que remete à era de ouro do cinema, e a combinação com azul!
    Bom, acho que deixei claro o quanto gostaria que a gravata fizesse mais parte do meu dia-a-dia, ou de mais ocasiões em minha vida. E com este post, tenho certeza de que quando isso acontecer, estarei mais do que a par de como usá-la da melhor forma! Amei a tag / o post, vida e esperarei ansioso pelos próximos (conte comigo!)! Todos!

    ResponderExcluir
  4. Fantástico e útil. Parabéns ao Blog - como homem-pink, posso afirmar que está de muito bom gosto, inteligente e direto. Yes, it is. Léo Rodrigues.

    ResponderExcluir
  5. Rafa, vc estava ligadíssimo, leu, postou e comentou assim que post foi ao ar: amei! rs... Beijo enorme, tattoo! E vc fica um must de gravata! rs

    Dani, seu namorado tem mesmo intimidade com a gravata! rs... e, se o post serviu para que a sua aumentasse, fico super feliz! Tenho o maior orgulho de dar bons nós em gravata! rsrs

    Vida, isso foi especialmente pra vc, e fico feliz demais que tenha gostado! Te amo!

    Leo, você é o máximooooo! Obrigadíssima pelos elogios, e fico muito feliz de ter levado o selo de aprovação, viu? Beijo enorme pra vc e saudades!

    ResponderExcluir