sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Brincar de boneca é coisa de criança? O que dizer da Blythe então?


Em 1972, foi lançada nos Estados Unidos (com direito a uma similar no Japão), a Blythe. Tratava-se de uma boneca, como tantas outras. Só que essa não queria mamadeira, colinho e nem usava babador: era extremamente fashion e, ao contrário da prima Barbie, que tinha uma vida cor de rosa, a Blythe explodia em tons, modelitos e looks psicodélicos, moderníssimos...até demais!


Infelizmente, ficou claro que a bonequinha tinha nascido póstuma para sua geração, e, à frente do seu tempo em jardas demais, não fez o menor furor. Logo parou de ser fabricada. 


 
Ocorre que, pouco antes da virada do milênio, a produtora de TV e vídeo Gina Garan encontrou uma Blythe no E-bay, e, adotando aquela bonequinha estranha (que, segundo sua amiga, era sua imagem e semelhança),começou a fotografar sua Blythe em viagens ao redor do mundo. No ano 2000, compilou essas fotos, no mínimo criativas, no livro "This is Blythe".



Fotógrafos, antenados, fashionistas e demais descolados de plantão enlouqueceram! Logo a Blythe voltou a ser fabricada, e disputada a tapa no mundo inteiro.



Como você pode ver, não estamos falando de uma boneca para menores de 18 anos. Os colecionadores gastam verdadeiras fortunas para aquirir as suas bonecas, e mais uma fábula em dinheiro para customizá-las (sim, a graça é deixar sua Blythe única!). Para tornar sua boneca uma verdadeira musa fashion, os donos que não foram abençoados com muita criatividade e talento manual, não pensam duas vezes antes de contratarem os serviços de customizadores (sim, isso não só existe, como custa beeem caro!).


Depois de preparada para o mundo da moda, as bonecas são clicadas, super profissionalmente, em poses interessantíssimas, ganhando uma realidade absurda (para isso, contribui o fato de que aqueles olhos enormes são profundamente expressivos!)! Ter as melhores sacadas de cliques e compartilhar nas redes próprias para isso, se tornam a verdadeira brincadeira de gente grande dos Blythers!


E a graça não se restringe ao mundo virtual: em diversos lugares do mundo (incluindo várias capitais brasileiras), são realizados encontros periódicos entre os colecionadores, onde eles podem não só mostrar suas divas em miniatura, como conhecer os outros Blythers e trocar dicas e ideias sobre fotos e customização das bonecas.















Se você se animou a ter a sua (Eu já vou logo me adiantando a dizer que não posso nem brincar de colecionar bonecas porque tive uma infância incrível em meio às minhas...234 Barbies! rs), vale a pena visitar dos maiores sites brasileiros sobre o assunto. Lá, você encontra dicas de onde e como comprar Blythes novas, e também uma área onde é possível adotar as que estão procurando um novo lar. Os sites são o www.blythe.com.br e o www.weloveblythe.com.br .

8 comentários:

  1. Own q lindas quero todas kkkkk
    bjao!

    Aninha

    ResponderExcluir
  2. Minha nossa!!! 234 Barbies?!?!?!?!? Isso me deixou absurdamente espantada! o.O
    kkkkkkk

    Como elas são lindas, né?
    Adorei!
    Bjs amada!
    Déia

    ResponderExcluir
  3. Ananery, são todas muito fofas, né? Foi até difícil escolher as que estariam estampando o post! rs... várias lindas ficaram de fora.

    Déia, 234! rsrs...eu realmente era louca pela minha coleção! Quando minha irmã temporã nasceu, dei esse tesouro para ela maaaas...ela nunca ligou! rs... não tem a menor paciência com boneca. Quem sabe quando a herdeira vier,não puxe à mãe, né?! rsrs....

    Beijos, meninas!
    Fabí

    ResponderExcluir
  4. - Vida, achei a boneca realmente interessante, justamente porque é diferente da Barbie, ou ao menos, foi criada com uma abordagem diferente sobre moda! Adoraria lhe dar uma de presente e quem sabe presentamos nossa filha com uma, rs. Todos!

    ResponderExcluir
  5. Elas me lembram os desenhos do Mark Ryden! LIndinhas demais, sou louca por elas, mas não posso me dar ao luxo de entrar numa coleçao de bonequinhas tão caras, tendo outro tanto de coisas lindas e caras que tenho q "colecionar" rsrsr

    Continuo com saudade! =/
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Cris, eu também gostei! Quero pelo menos umazinha, mas coleção, nem pensar! rs... tomara que nossa Laura goste, né? rs...

    Dani, minha amigaaa! Adoro seus comments, sempre! Também não posso nem pensar em mais uma coleção! rsrs... mas elas não são umas coisinhas?! rs... pelo menos uma, quem sabe, né amiga? Tô cogitando! rs....

    Continuo roxa de saudades! Nos vemos no sábado?

    Bjssss!
    Fabí

    ResponderExcluir
  7. AMEI AMEI AMEI VOCÊ SABE DIZER ONDE ENCONTRAR NO BRASIL?

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lavininha! Muito lindas as Blythes, né?! rs... que bom que gostou do post. Olha só, elas não são quase vendidas em lojas (especialmente aqui no Brasil), mas no site www.weloveblythe.com.br e no Mercado Livre, você encontra uma porção de gente vendendo. O preço, inclusive, fica mais acessível assim do que comprando a Blythe direto da loja novinha, que é carérrima! rs. Dá um pulo lá no site e me conta depois!
    Beijos,
    Fabí

    ResponderExcluir